Manarola | O que fazer em Cinque Terre
EUROPA,  Itália

O que fazer em Cinque Terre: uma jóia no litoral oeste da Itália

Dicas e roteiro de 2 dias de
o que fazer em Cinque Terre

Cinque Terre é uma região composta por 5 (cinque) vilas de pescadores no litoral oeste da Itália, próximo a Pisa e Gênova. Esta pequena região é encantadora, com belas paisagens e pequenas cidades que vivem do turismo. Conheci a região em outubro de 2018 e por isso te conto o que fazer em Cinque Terre.

Um pouco sobre a região de Cinque Terre

Localizada na região da Lingúria, esta região é formada por 5 pequenas vilas:

  • Comuna de Monterosso al Mare
  • Comuna de Vernazza
  • Corniglia – Distrito de Vernazza
  • Manarola – Distrito de Riomaggiore
  • Comuna de Riomaggiore

Principal atrativo da Riviera Lingure, sua principal característica é o relevo montanhoso junto ao mar. Não só a região é incrível, como também foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1997.

Além das 5 vilas, um pouco mais ao sul tem a Comuna de Portovenere – que para muitos é considerada a Sexta Terre. E próximo a Portovere fica localizada a principal cidade da região, La Spezia. Não apenas essa comuna conta com uma estrutura de turismo mais em conta, como também possui um porto de onde saem diversos passeios de barco. Por isso decidimos que ficaríamos hospedados em La Spezia.

O que fazer em Cinque Terre

Sem dúvida, os principais atrativos são os belos centrinhos e casinhas coloridas. Além disso também suas belas vistas do mar mediterrâneo.

Portanto, ao meu ver nada mais gostoso que apenas se perder nos centrinhos, curtir um bom visual, tomar um bom vinho, cerveja, suco, o que quer que seja, apreciando as belezas dessa região.

Além de passear pelos centrinhos, você pode procurar algumas trilhas que ligam um vilarejo ao outro. Mas atenção, pesquise direitinho os acessos e tenha certeza de que eles estão abertos. Porque quando fui, 95% das trilhas e caminhos estavam fechados devido a uma chuva forte que teve, além de estar com previsão de vento e mais chuva para o dia e para os dias seguintes. Pude ir em alguns mirantes e fiquei imaginando o quão incríveis as trilhas devem ser. Uma pena nós não termos conseguido fazer nenhuma.

Vista do Porto de La Spezia | O que Fazer em Cinque Terre
La Spezia vista do porto da cidade. Visual lindo!

Portanto, exploramos as 5 vilas em 1 dia de trem. Pois no segundo dia iríamos fazer um passeio de barco. Porém, o clima estava ruim e não estava saindo nenhum barco e por conta disso resolvemos explorar um pouquinho do centrinho de La Spezia e também Portovenere. O que eu acredito ter valido muito a pena. Apesar de que de barco, visualizar as casinhas coloridas e as Cinque Terre de alto mar deve ser impressionante.

Sobre os passeios de barco

Uma questão importante sobre o passeio de barco: ele funciona somente no período mais quente, pegando um pedaço da primavera, o verão e parte do outono, até meados de novembro. Você pode verificar no site aqui o período da temporada de barcos.

Nosso intuito era portanto aproveitar o segundo dia para, de barco, avistar todas as cidadezinhas e também descer nas que mais gostamos. Infelizmente não deu. Portanto, acredito que 1 dia e meio seja suficiente para ver as 5 vilas. A metade do segundo dia recomendo incluir Portovenere no seu roteiro.

Monterosso al Mare

A única vila que tem uma faixa de areia é Monterosso al Mare, portanto se você tiver interesse em tomar um banho de mar e curtir um pouco a areia esta vila é a melhor opção para isso. Monterosso al Mare é a maior das Terres e são 3 praias, onde uma delas está logo na frente da saída da estação de trem.

Saindo da estação de trem, a sua esquerda, você verá um caminho beirando o mar que te leva até um túnel para atravessar e então chegar ao centrinho histórico da vila. Um caminho lindo de viver, com alguns banquinhos pelo meio do caminho, perfeito para tomar um gelato e apreciar o visual.

Monterosso Al Mare | O que fazer em Cinque Terre
Monterosso al Mare | Cinque Terre

Neste centro histórico você encontrará várias ruelas repletas de lojinhas de souvenirs, bares e restaurantes. Além também do principal atrativo – fora a cidade em si – uma praça com duas igrejas. A Piazza Don Giovanni Minzoni com as Igrejas Oratorio dei Meri e uma maior, a Igreja de San Giovanni Battista. Belas construções.

Andamos um pouquinho no centrinho históricos, apreciamos o visual das praias e então partimos para Vernazza de trem e chegamos lá em menos de 5 minutos. Logo mais abaixo explico melhor sobre a locomoção entre as Terres.


Vernazza

Vernazza foi o segundo vilarejo que visitamos nesse dia. Logo que chegamos na cidade já ficamos encantados. O centrinho era basicamente uma rua que dava na beira do mar, mas era uma graça. Bem pequenininho e cheio de lojinhas e bares/restaurantes.

Já era meio dia e estávamos com fome, portanto escolhemos um lugarzinho baratinho que vendia umas fatias de pizza e panini – que aliás, nada melhor do que isso para um almoço barato, essas comidinhas costumam ser uma delícia em qualquer canto da Itália – e então fomos para a beira do mar almoçar enquanto apreciávamos a vista. Uma delícia de programa! Recomendo fazer isso em qualquer uma das Cinque Terres!

Vernazza | O que fazer em Cinque Terre
Vernazza | Cinque Terre

Em Vernazza tem uma das vistas mais famosas, junto de Manarola, da região. Portanto recomendo que no seu roteiro de o que fazer em Cinque Terre você inclua a Chiesa di Santa Margherita di Antiochia. Essa igreja em Vernazza fica encrostada nas rochas e tem um visual e tanto da vila! No mais, sente, relaxe, tire belas fotos, caminhe no centrinho e se joga nas pedras que ficam na beira do mar. Aproveita e tira um tempinho de descanso.


Corniglia

Seguindo então nosso dia, fomos para Corniglia. Dentre os cinco vilarejos, diria que este é o mais peculiar. Primeiro que ela fica no alto de uma montanha a beira do mar, mas sem contato direto com o mar. E segundo que só a descida na estação de trem já é um atrativo e tanto, pois tem um visual deslumbrante!

Estação de Trem de Corniglia | O que fazer em Cinque Terre
Estação de trem de Corniglia | Cinque Terre

Saindo da estação de trem, que fica bem no nível do mar, você terá duas opções para subir para o vilarejo: de micro-ônibus ou a pé. Entretanto, se você tiver o passe diário de trem, você tem direito a utilizar o micro-ônibus. Caso contrário você paga o transporte a parte ou da um gás nas pernocas e sobe a pé mesmo. A pé a subida deve levar em torno de 20 minutos. A escadaria é logo ao lado da estação de trem.

Já o micro-ônibus costuma ser sincronizado com o trem. O trem chega e cerca de 5 a 10 minutos depois ele chega para subir com as pessoas que recém chegaram a cidade.

Corniglia | O que fazer em Cinque Terre
Mirante em Corniglia | Cinque Terre

Estando lá em cima, a vila é micro! São algumas ruazinhas, mais uma ou duas escadarias que te levam a um mirante e acabou! Esta parada, ao meu ver, vale muito a pena para apreciar o visual da região. De lá de cima, como Corniglia fica no alto das montanhas, você consegue avistar as outras 4 terres. Lindo de viver!!


Manarola

Esta eu diria que é a terre mais famosa da região. E de fato é a mais cheia. Além disso tem um mirante no canto esquerdo da vila que te da um visual maravilhoso da cidade e também do mar mediterrâneo, claro. Ao lado deste mirante tem um bar super famoso, o Nessum Dorma.

Se você já viu algo sobre Cinque Terre, você provavelmente já se deparou uma foto no Instagram de alguém bebendo um Aperol Spritz e comendo uns deliciosos quitutes italianos com um visual de tirar o fôlego… Sem dúvidas que essa foto é do Nessum Dorma! Uma pena que estava fechado quando fomos lá, teria adorado curtir o pôr-do-sol saboreando um bom Aperol Spritz!

Manarola | O que fazer em Cinque Terre
Manarola | Cinque Terre

Em Manarola tem algumas opções de restaurantes bem a beira do mar e eles são concorridos. Portanto, se você deseja jantar em algum deles, recomendo que faça reserva.


Riomaggiore

Finalmente chegamos a quinta e ultima vila da região, Riomaggiore. Confesso que achei a mais sem graça, e confusa, de todas. Você desce do trem e tem que pegar um túnel, subir umas escadas e parece um labirinto. Quando você finalmente chega no centrinho, ele não impressiona. Ao menos não impressionou a mim. Era super pequeno, bem apertado e muito cheio de gente. Me senti meio sufocada por conta da quantidade de pessoas andando juntas naquela estreita rua.

A beleza das outras quatro terres é incomparável, talvez por isso não tenha curtido muito. Afinal, já era nossa última parada e tínhamos amado as outras quatro vilas.

Resumindo: por fim pegamos o trem e voltamos para Manarola, compramos uma cerveja e ficamos curtindo o pôr-do-sol da doca de Manarola. Foi uma delícia!!!

Pôr-do-sol em Manarola | O que fazer em Cinque Terre
Pôr-do-sol em Manarola | Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre: último dia

A região de Cinque Terre foi nosso último destino na nossa viagem de 26 dias pela Itália.

Confira aqui nosso roteiro completo de 26 dias na Itália.

Portanto nossa viagem estava chegando ao fim e esse era nosso penúltimo dia na Itália, pois no dia seguinte pegaríamos o trem logo cedo de manhã para Milão para pegar nosso voo de volta.

Acordamos e estava chovendo muito! Acho que a Itália estava chateada que estamos indo embora. Fomos então tomar café da manhã e aproveitamos pra discutir o que faríamos. Era nosso último dia, iríamos descansar no hotel? Não né??? Então decidimos que mesmo com chuva iríamos curtir o dia. Decidido: vamos a tal da sexta terre, Portovenere!

Portovenere

Para chegar a Portovenere saindo de La Spezia você pode ir de barco ou de ônibus. Optamos pelo ônibus, que saia super perto do nosso hotel, na Piazza Europa. Ah, lembrem que lá em La Spezia, você precisa comprar seu ticket de ônibus antes. Eles costumam vender em qualquer lojinha dessas de charuto. Você então pode entrar em qualquer uma das portas do ônibus e só precisa validar o ticket na maquininha. Super simples!

A viagem de La Spezia a Portovenere de ônibus levou cerca de 40 minutos e o caminho é lindo!

Portovenere | O que fazer em CInque Terre
Visual das pedras junto ao mar | Portovenere

Chegando lá, nos deparamos com uma cidade linda! Toda colorida, assim como as Cinque Terre, porém ela é plana. Então tem um espaço a beira do mar/marina com vários restaurantes, cafés, lojinhas… tipo um calçadão. Super delicioso de caminhar por ali.

Seguindo mais a frente, você encontrará o Castelo Doria e a Igreja di San Pietro, bem na ponta da cidade. Nossa, que surpresa mais agradável este lugar. Muito lindo e o visual, então, nem se fala! E olha que estava chovendo… fico imaginando num dia de sol. Entre a igreja e o castelo é possível acessar umas pedras bem a beira do mar. Que paz, gente! Eu amei esse cantinho.

Muita chuva…

Apertou a chuva e era hora do almoço, por isso fomos em busca de um lugar para comer. Então encontramos um restaurante delicioso. Está também destacado no mapa lá em cima… Restaurante La Medusa. O forte deles são as massas com frutos do mar. Nossa, uma delícia!!! Era tão bonito e tão gostoso que não deu nem pra tirar foto rs

Portovenere | O que fazer em Cinque Terre
O guarda chuva quebrou… só nos resta rir né | Portovenere

Logo depois de almoçar andamos mais um pouquinho pelo centrinho, exploramos a pequena cidadezinha enquanto aguardávamos o horário do ônibus de volta. Foi um passeio delicioso! Teríamos aproveitado mais se estivesse apenas nublado, sem chuva. Mas mesmo com chuva pudemos desfrutar bastante dessa cidade que muitos consideram a sexta terre. Linda!

DICAS PRÁTICAS

Como chegar a Cinque Terre

Os aeroportos internacionais mais próximos a Cinque Terre são:

  • Florença | Aeroporto Florença-Peretola
  • Pisa | Aeroporto Intenacional Galileo Galilei
  • Gênova | Aeroporto Internacional Cristóvão Colombo

É possível chegar aos 3 aeroportos das principais cidades da Itália como Roma e Milão e outras cidades da Europa.

Existem voos direto de São Paulo e Rio de Janeiro para Roma. Já para Milão, há voo direto apenas saindo de Guarulhos-SP. Entretanto é super tranquilo chegar a Cinque Terre de trem tanto saindo de Milão quanto de Roma, além também de Florença, Pisa, Gênova e até mesmo Veneza.


Como se locomover

Optamos por nos locomover de trem, pois existe uma linha que liga todas as cidades e tem horários bem frequentes durante todo o dia.

Sobretudo o trem tem ligação também com as principais cidades da região, como La Spezia e Gênova, tornando possível um bate e volta. Além do mais é possível também um bate e volta direto de Pisa ou Florença.

Voltando , portanto, a Cinque Terre, você pode comprar um passe diário ou para dois dias. Optamos pelo passe diário, que nos custou EUR 16,00 por pessoa, entretanto nos dava possibilidade de utilizar quantas vezes fossem necessárias.

A melhor parte de se locomover de trem é que não só os trens tem ótima estrutura, como também em no máximo 5 minutos você chega de uma vila a outra. As estações de trem todas são super próximas aos centrinhos e beira do mar. Vale muito a pena!

Além disso você pode optar por curtir de barco. O barco custa EUR 35,00 por pessoa e te permite sair e voltar para o barco em todas as terres e quantas vezes quiser, exceto em Corniglia que fica bem no alto das montanhas e portanto não tem doca para o barco atracar.


Onde se hospedar

Como mencionei anteriormente, optamos por nos hospedar em La Spezia, Primeiro porque as acomodações eram muito mais em conta que em qualquer uma das Cique Terre. E segundo porque em todas as 5 vilas, para você andar entre as ruelas cheias de escadas com mala é bem complicado. Muito sobe e desce. A não ser que você esteja com um mochilão, aí tudo facilita!

Encontramos um valor super em conta no NH La Spezia e achei o hotel ótimo! O único ponto negativo – mas nem tanto – era que não incluia café da manhã. No entanto, a grane maioria das hospedagens da região também não incluiam o café da manhã. No mapa acima sinalizei o café, Pasticceria Fiorini, que era super próximo do hotel. Era uma delícia e bem em conta, onde optamos por comer algo antes de começarmos nosso dia.

Reserve sua acomodação conosco!

Você não pagará nada a mais por isso, mas ajudará o blog, pois somos parceiros da Booking.


Em que época ir?

Recomendo que vá tanto na primavera, quanto no verão e também no outono. Entretanto se você não gosta muito de multidão, evite o verão, principalmente o mês de agosto. Em agosto muita coisa fecha em muitas cidades e o pessoal todo que entra de férias corre para o litoral!

Em conclusão, evitaria o período do final do outono e inverno. Em novembro já entra no período chuvoso, e como disse acima, acaba dificultando um pouco na hora de bater perna e se locomover pelas cidades.


Conclusão

Por fim, espero que você tenha gostado das nossas dicas de o que fazer em Cinque Terre. É uma região encantadora e tenho certeza que você irá adorar conhecer se estiver com viagem programada para a Itália.

Conta pra nós aqui nos comentários o que você achou do roteiro e se você já foi, deixa um depoimento com a sua experiência. De fato, nós adoramos bater um papo com vocês!

E se você estiver programando sua próxima viagem, nós podemos te ajudar! Oferecemos serviços de consultoria em viagens, com Roteiros Personalizados. Portanto basta você entrar em contato conosco aqui e nos contar um pouquinho de você e dos seus planos!

Beijos,

Hayuni.

Planejando sua viagem

Somos parceiros de várias empresas e por isso abaixo vou deixar o link delas para que você possa planejar sua viagem. Se você utilizar o nosso link, você não pagará nada a mais por isso, porém estará contribuindo com o blog. Estas empresas nos dão uma comissão a cada reserva e portanto isso nos ajuda a manter o blog! 🙂

  • Em busca de hospedagem para sua viagem? Clica aqui no Booking.com para encontrar um lugar perfeito para se hospedar.
    Está buscando passagens com preços acessíveis? Aqui na Max Milhas, nosso parceiro, você pode encontrar a melhor oportunidade!
    Vai fazer uma RoadTrip? Corre lá no RentCars e reserve já seu carro!
    Seguro viagem é imprescindível em qualquer viagem e a SegurosPromo tem as melhores opções.
    Para você chegar no seu destino já com internet, adquira seu chip do nosso parceiro EasySIM4U aqui.
    Em busca de passeios? Aqui você pode ver os melhores passeios no mundo todo com a GetYourGuide.

Anúncios

curiosa. inquieta. sonhadora. feminista. libriana com ascendente em gêmeos, se isso te diz alguma coisa. louca por viagem, novas culturas, gastronomia. tenho um enorme desejo em mudar o mundo.

3 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Slow Travel World
%d blogueiros gostam disto: