roteiro alternativo de londres
destinos,  EUROPA,  Inglaterra

Roteiro alternativo de Londres | O que fazer além do circuito tradicional

Eu não compreendia muito a fissura das pessoas por Londres, até que surgiu uma viagem do Bruno a trabalho para a França, em Lyon. Como ele é totalmente apaixonado por futebol e a Inglaterra tem – para ele – o melhor campeonato do mundo, resolvemos incluir Londres no nosso roteiro. E depois de tantas pesquisas, compartilho minhas dicas de um roteiro alternativo de Londres.

roteiro alternativo de londres
Tower Bridge | Londres

Tínhamos 10 dias disponíveis para a Inglaterra e ficamos tentando encaixar no mínimo 6 dias inteiros em Londres + 1 dia em Liverpool + 1 dia em Manchester + Stonehenge. Porque o Bruno queria ver mais jogos de futebol, mas ficamos malucos!

Já na pesquisa, entendi a fissura de grande parte das pessoas, afinal só de pesquisar eu também já estava fissurada. Rs. Eu dizia, praticamente que diariamente antes de embarcarmos pra lá, “Minha Deusa, que cidade é essa??? Amor, 10 dias é pouco inclusive se ficarmos só em Londres!”.

Foi então que decidimos disponibilizar 10 dias em Londres

Bom, pensamos, repensamos, fizemos as contas e então batemos o martelo. Dos 10 dias que temos para ir a Inglaterra, 10 seriam em Londres. Incluindo apenas um dia de passeio a Stonehenge e Bath, feito com agências locais.

Minha expectativa estava altíssima para Londres e estava com certo medo de não alcança-lá. Mas chegando lá, só de ouvir as pessoas falando eu já tinha decretado que as minha expectativa tinha sido superada. Hahaha!

roteiro alternativo de londres
Londres
Mas a pergunta que não quer calar: porque eu amei tanto assim Londres? Quais as possibilidades de roteiro alternativo de Londres?

O principal ponto foi pelo simples fato de que é uma cidade extremamente acolhedora. É um lugar que acolhe pessoas de todos os tipos, gostos, raças, credos, gênero, estilos de vida, classe social… E o mais surpreendente: todas as tribos convivem muito bem em todos os lugares da cidade! Há pessoas de todos os lugares do mundo, com histórias de vida diferentes, e todo mundo se respeita e se aceita em suas diferenças. Ao meu ver, esse é o ponto alto de Londres, uma cidade diversa que abraça a diversidade.

Nossa experiência em Londres teve de tudo. Teve uns dias super turísticos e teve outros nem tanto, no qual buscamos conhecer bairros fora do circuito tradicional. E, infelizmente, mesmo assim não conseguimos conhecer tudo o que gostaríamos de ter conhecido em Londres. Por isso, logo no nosso último dia decidimos que em algum momento da nossa vida moraríamos em Londres. Aquela cidade, para nós, se tornou algo como “a vida é muito curta para não se morar em Londres!”

A busca difícil pela hospedagem

Durante o planejamento da viagem, a primeira dificuldade que tivemos foi a hospedagem. Gente, como hotéis, apartamentos, albergues, hotels, aluguéis de temporada, pousadas e afins são caros por lá!!! Penamos muito para achar um que tivesse um bom custo x benefício. Queríamos algo próximo ao metro, para facilitar nosso corre de conhecer cada milimetro da cidade, mas não necessariamente na parte mais central e turística.

Depois de muita busca e pesquisa, encontramos um apart-hotel pelo Booking.com em Kensington, muito próximo ao Holland Park. Que aliás, que parque delicioso! Usado bastante por moradores locais para corridas mas bem menor e mais vazio que o Hyde Park, porém igualmente atraente.

roteiro alternativo de londres
Holland Park | Londres

Nosso apart-hotel ficava na zona dois. Londres, para quem não sabe, é dividida por zonas, sendo a 1 a mais central – e turística – e a zona 6 a mais afastada. Os principais pontos turísticos estão todos concentrados na zona 1, com fácil acesso a vasta malha de metro da cidade. Que também te leva com facilidade as outras zonas.

Um pouco sobre o metro de Londres

Por sinal, o metro de Londres é um atrativo a parte. Modéstia a parte, sou bem localizada e tenho bastante facilidade com mapas e afins, mas confesso que demorei 3 dias para estar totalmente a vontade com o mapa do Underground. E ainda assim, até o fim da viagem me confundi algumas vezes. Existem linhas dentro das linhas (mas não igual a(s) linha(s) 1-2-4 do MetroRio hahahha). É bem louco, mas muito bem estruturado, organizado e bem feito. Sem contar, que sempre que precisamos de ajuda, algum funcionário prontamente nos auxiliou.

roteiro alternativo de londres
Mapa de Londres separado por zonas

Inclusive, se você curte andar de metro, o Rodrigo Rodrigues tem um livro incrível de guia completo para conhecer Londres de metrô. Confira abaixo e compra na Amazon, por apenas R$ 17,44.


Encontro com amigos logo no primeiro dia

No nosso primeiro dia lá, encontramos com um casal de amigos que estava viajando por Londres. Era nosso primeiro dia e o último deles, então aproveitamos para andar pela cidade, ver os pontos que eles ainda não tinham visto e no fim da tarde, pegamos um pôr-do-sol de um rooftop gratuíto que encontramos, o Sky Garden. É necessário fazer uma reserva, pois esse rooftop é bem disputado, justamente por ser gratuito e ter uma vista e tanto da cidade.

roteiro alternativo de londres
Pôr-do-sol no Sky Garden | Londres

Andamos pela beira do Rio Thames, passamos pela Tower Bridge, e a Millenium Bridge, aquela ponte que aparece no filme Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Vimos esse pôr-do-sol maravilhoso e terminamos o dia, claro, num pub! rs

Nossa experiência com um roteiro alternativo de Londres

Seguindo nossa programação, curtimos muito Londres a pé. A cidade é muito muito muito grande, mas nós amamos andar. Então andávamos uns 15km por dia. Pra mim, não existe maneira mais gostosa de conhecer um destino e de me sentir parte dele. Andar, apreciar a arquitetura, parar para um café, entrar numa lojinha local, seguir andando e apreciando as construções. Claro que para os locais mais afastados pegamos metro.

Hampstead: um bairro incrível e que vale incluir no seu roteiro alternativo de Londres

Um desses bairros foi Hampstead, o bairro que ganhou meu coração. Parece uma cidadezinha a parte de Londres. Bairro super amigável, com várias lojinhas de antiguidades, cafés e restaurantes deliciosos e super aconchegantes. Aqueles bairros que você se sente em casa. Ainda no bairro, tem o parque Hampstead Heath, que tem um visual incrível de Londres. Da pra se perder pelas ruazinhas do bairro facilmente e quando percebe já está no fim do dia…

roteiro alternativo de londres
Vista do Parque Hampstead Heath | Londres
roteiro alternativo de londres
Ruas de Hampstead | Roteiro alternativo de Londres
roteiro alternativo de londres
Pode morar aqui? | Londres
Camden Town | Famoso bairro de Amy Winehouse

Fomos conhecer também Camden Town, o famoso bairro onde morava Amy Winehouse, tem até uma estátua dela por lá. E foi por ali, em um pub na região, que ela começou sua carreira de cantora. Já ouviram falar desse bairro?

Esse bairro é a tradução perfeita de quando eu digo que Londres é acolhedora e aceita todas as tribos. Em Camden Town existem alguns mercados de rua, com brechós, lojinhas de produção local, lojas com artigos diferentes, bares, restaurantes, pubs… e tem atrações para todos os gostos.

roteiro alternativo de londres
Camden Market| Londres

Fiquei encantada como nesse bairro circulam amantes do rock, patricinhas, hippies, pessoas fantasiadas… enfim, tem de tudo um pouco! E todo mundo se entende. É impressionante!!! É literalmente para todas as tribos.

roteiro alternativo de londres
Camden Lock | Roteiro alternativo de Londres

O bairro é de fácil acesso de metro e é possível fazer as principais atrações todas a pé. Da pra tirar o dia inteiro para andar pelas ruas, fuçar os mercados em busca de uma boa compra, por ali você pode achar várias coisas super autênticas. Tire também uma pausa para um café ou uma boa cerveja inglesa. Bons café e ótimos pubs não faltam pelas redondezas do bairro.

Outros bairros para incluir no seu roteiro alternativo de Londres e fugir um pouco do circuito tradiconal

Além de Hampstead e Camden Town, nos jogamos pelo bairro Brixton e também nas redondezas do Estádio Olímpico de Londres. Ambos em busca de bons mercados locais, que ofereciam desde moda a gastronomia.

roteiro alternativo de londres
Mercado de rua em Brixton | Londres

Esse mercado em Brixton era tipo um mercado central, com várias tendas de comida, além de restaurantes de vários locais do mundo, tinha inclusive um restaurante brasileiro que servia feijoada a caipirinha. Os restaurantes, em sua maioria eram de imigrantes. Muito legal!

Como todos os lugares em Londres, chegamos nesses bairros mais afastados de metro, super rápido e prático. E nesses bairros vimos a vida londrina dos moradores locais acontecer. Menos turistas, mais pessoas fazendo o rolê do dia a dia, indo e voltando do trabalho para casa, etc. Percebemos que não só turistas, mas os locais também são de todas as partes do mundo. Cidade super miscigenada.

Mesmo sendo primeiro mundo, Londres também tem problemas

Em um dos dias conseguimos ingresso para assistir a um jogo do Arsenal. Fomos com carteirinha de sócio de um cara que conhecemos por lá e fomos ao jogo junto com ele. Conversamos bastante sobre Londres e uma coisa que ele nos contou foi que nos arredores do Estádio Olímpico de Londres, assim como acontece em praticamente todas as cidades sede das Olimpíadas, infelizmente aconteceu a tal da gentrificação. Quando um local é muito valorizado, impedindo assim que a população local continue vivendo por ali devido ao aumento dos preços do aluguel e custos de vida do bairro.

Tirando a parte triste da história do bairro, encontramos uma pequena fábrica de cerveja que além de ter um bar para servir as cervejas locais, tinha também uma pizzaria. Que cerveja deliciosa… E QUE PIZZA!!! O lugar chama CRATE Brewery & Pizzeria e estava lotado. Muitos locais, mas vimos bastante turistas também. Era um ponto de encontro do pessoal de Londres nos finais de semana. Muito gostoso. Da pra sentar ali e ver o dia passar experimentando cerveja por cerveja entre uma pizza e outra.

roteiro alternativo de londres
CRATE Brewery & Pizzeria | Roteiro alternativo de Londres
Um pouco sobre os principais pontos turísticos de Londres

Voltando um pouco pros principais pontos turísticos, nem só de um roteiro alternativo de Londres vive o turista.

Acho válido também destacar o que mais gostamos dentro do circuito tradiconal da cidade. Eu A-M-E-I a visita com audioguia ao Parlamento do Reino Unido, no Palácio de Westminster. Que aula de história. Sem contar que o lugar, considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO, é lindo tanto por dentro como por fora.

No passeio pudemos aprender muito sobre como funciona o Reino Unido e a monarquia, assim como entender um pouco mais sobre a sua história em si. E no final do passeio tem algumas informações extras, que você pode escolher ouvir ou não. E adianto aqui que conta a história das Sufragistas e suas lutas para conseguir o direito das mulheres ao voto. Se eu amei? MUITO!

roteiro alternativo de londres
Big Ben e Palácio de Westminster, onde fica o Parlamento britânico | Londres

Recomendo a todos que gostem de história que incluam este passeio no roteiro por Londres. O valor do ingresso é de GBP 22,50 e é importante agendar com antecedência. O local é utilizado pelos membros da casa em dias de trabalho, portanto os dias e horários para visitação são bem específicos.

Deixo aqui o site original do Parlamento Britânico para você dar uma olhada e reservar seu ingresso: https://www.parliament.uk/visiting/ 

Borough Market e arredores

Eu que adoro um mercadinho de rua, fomos conhecer também o Borouhg Market, várias barraquinhas de comidas locais, feira de rua, tipo um mercadão municipal no meio da rua. Incrível! Demos mais uma volta na beira do Rio Thames, pois o mercado fica ali perto e também conhecemos o Shakespear’s Globe.

Shakespear’s Globe | Londres

O Shakespear’s Globe é um monumento a parte, principalmente para os amantes do teatro. O local é uma reprodução do teatro construído em 1599, onde Shakespeare interpretou suas maiores obras. Atualmente localizado a menos de 200 metros do lugar original, o teatro foi construído a partir de diferentes fontes de informação e assim foi possível criar um edifício praticamente idêntico ao original. Incrível!

O centrinho de Londres que deixa qualquer um maluco

Outro passeio delicioso é se perder pelas ruas do centro de Londres, entre as famosas estações de metro de Picadilly Circus e Covent Garden. Para os amantes da rua como eu, não tenho nem palavras. Ali tem de tudo! Desde lojas de grandes grifes, teatros com espetáculos da Broadway, bares, restaurantes, hotéis… um verdadeiro centro de cidade grande.

Eu poderia ficar falando de Londres sem parar… mas acho que já falei demais. Destaquei aqui alguns passeios diferentes do clássico, e também dos lugares que mais gostei.

E você, o que achou? Tem alguma dúvida sobre Londres? Me conta aqui nos cometários. Vamos conversar sobre essa cidade incrível.

Gostou deste roteiro alternativo de Londres? Nós podemos montar um Roteiro Personalizado para você! Entra em contato conosco por aqui.

DICAS PRÁTICAS

Como chegar?
Londres tem 5 aeroportos internacionais.
Heatrow | Maior e principal aeroporto de Londres. Recebe voos de todos os lugares do mundo;
  • Gatwick | Segundo maior aeroporto e também recebe voos de grande porte;
  • Stansted | Recebe voos de pequeno porte;
  • Luton | Utilizando para voos de companhias low cost;
  • London City Airport | O menor e mais central de todos. Recebe voos de pequeno porte
Qual a moeda utilizada em Londres?

A moeda do Reino Unido é a Libra. O ideal é que você troque real por libra ainda antes de sair do Brasil.

Qual a língua de Londres?

A língua oficial de Londres e Reino Unido é o inglês. E eu, particularmente, adoro  o sotaque! kkk

Qual a melhor forma de se locomover em Londres?

A melhor forma de se locomover em Londres é de transporte público. Você chega de metro facilmente em todos os principais pontos turísticos da cidade, além de todas as zonas. Sem contar todas as linhas de trem e ônibus que a cidade tem.

Onde se hospedar em Londres?

Existem hospedagens para todos os gostos, mas confesso que a hospedagem em Londres é bem cara. Se não quiser gastar muito a saída é buscar hospedagem fora da zona 1, nas zonas 2 e 3 já é possível encontrar hotéis/apartamentos para alugar com melhor custo x benefício. Se não tiver restrições de orçamento e quiser ficar na zona 1, tenho certeza que encontrará com facilidade ótimos hotéis de rede ou locais.

No Booking.com você pode encontrar todos os tipos de hospedagem, para todos os bolsos. Clicando neste link aqui você será direcionado direto para a página do Booking, onde poderá reservar seu hotel/apartamento/hostel. Utilizando nosso link, você estará contribuindo também para este site! 🙂

Um beijo,

Hayuni.

Planejando sua viagem

Somos parceiros de várias empresas e por isso abaixo vou deixar o link delas para que você possa planejar sua viagem. Se você utilizar o nosso link, você não pagará nada a mais por isso, porém estará contribuindo com o blog. Estas empresas nos dão uma comissão a cada reserva e portanto isso nos ajuda a manter o blog! 🙂

  • Em busca de hospedagem para sua viagem? Clica aqui no Booking.com para encontrar um lugar perfeito para se hospedar.
  • Está buscando passagens com preços acessíveis? Aqui na Max Milhas, nosso parceiro, você pode encontrar a melhor oportunidade!
  • Vai fazer uma RoadTrip? Corre lá no RentCars e reserve já seu carro!
  • Seguro viagem é imprescindível em qualquer viagem e a SegurosPromo tem as melhores opções.
  • Para você chegar no seu destino já com internet, adquira seu chip do nosso parceiro EasySIM4U aqui.
  • Em busca de passeios? Aqui você pode ver os melhores passeios no mundo todo com a GetYourGuide.

Anúncios

curiosa. inquieta. sonhadora. feminista. libriana com ascendente em gêmeos, se isso te diz alguma coisa. louca por viagem, novas culturas, gastronomia. tenho um enorme desejo em mudar o mundo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Slow Travel World
%d blogueiros gostam disto: